Os 12 Mais Bizarros Nomes de Séries

Você saberia dizer qual o nome original da série Um Maluco na TV? Ou ainda de Engane-me se puder? Não se assuste com esses títulos nacionais. Eles são apenas alguns exemplos de nomes pelos quais as nossas queridas séries costumam ser apresentadas ao público brasileiro. Algumas simplesmente são acompanhadas de frases desnecessárias, outras, contudo, recebem nomes completamente diferentes dos originais. Conheça abaixo uma lista curiosa de 12 séries que exemplificam bem essa situação:

Mike & Molly – Uma Casal de Peso

Primeiro de tudo: qualquer um que tenha assistido um episódio da série ou tenha visto um promo ou mesmo um pôster, ou ainda lido uma sinopse saberá que os atores principais são gordos. Aparentemente isso não foi o suficiente para a Warner, que tascou essa belíssima frase digna das melhores narrações do locutor da Sessão da Tarde.

Engane-me Se Puder

A série é focada em indivíduos que sabem identificar sinais claros (ou não) das mentiras que as pessoas costumam contar. Aliás, o nome original tem um ar de provocação mesmo (Lie to Me), mas “Engane-me Se Puder” abusou. E muito.

Nikita – O Perigo Nunca foi Tão Sedutor

WTF?!

O.C.: Um Estranho no Paraíso

Provavelmente a maioria dos série maníacos brasileiros conheceu a série pelo fantástico nome pelo qual o canal SBT a exibiu por aqui. Vou deixar que vocês comentem sobre essa frase. Divirtam-se.

Um Maluco no Pedaço

Um dos raros casos em que o nome brasileiro foi bem recepcionado pela grande maioria do público. Afinal, o nome original da série (The Fresh Prince of Bel-air) teria por tradução mais próxima justamente o título que recebeu em Portugal, “O Príncipe de Bel-Air”. Definitivamente um bom exemplo a ser seguido no quesito adaptação de títulos.

Fronteiras

Só preciso dizer uma coisa: sim, esse é nome de Fringe no Brasil. Pode surtar agora.

Justiça Sem Limites

Os advogados da série Boston Legal eram bem peculiares realmente, mas daí a chamar a série de “Justiça Sem Limites” foi para lá de um exagero.

Clube do Terror

Eu tenho que aprender inglês rapidamente. Se não fosse pelos tradutores brasileiros, iria traduzir o nome da série “Are You Afraid of the Dark?” para “Você Tem Medo do Escuro?” Thank you!

Lances da Vida

Sinceramente acho que One Tree Hill não merecia isso. Sério.

Um Maluco na TV

Essa aqui é dedicada especialmente a minha colega Aline Diniz. Afinal, estamos falando de ninguém menos do que 30 Rock, a série que ela comenta aqui no blog. Agradeçam a Record por essa.

Crimes do Colarinho Branco

Sabe quando um nome simplesmente não precisava de tradução ou simplesmente não traduzir ao pé da letra? Esse é o caso de White Collar. Entendeu Globo?

The Good Wife – Pelo Direito de Recomeçar

Nem a boa esposa do título concordaria com um nome desses.

Menções Honrosas (?): Diários do Vampiro – Amor Se Escreve com Sangue; Cidade do Crime (Southland); O Desafio (The Practice); Mad Men – Inventando Verdades; Chase – Escapar Será Impossível; Estragos (Damages).

Lembra de mais algum nome estranho de séries no Brasil? Comente.

  • Lucas

    Você tem problemas?? Mike & Molly, Nikita e Vampire Diaries são SLOGANS do warner channel. KKKKKKKKKKKKKKKKKKK Que burro!

  • Ludmila

    O problema é quando não dá para “traduzir” os nomes (tipo no caso de O.C.) aí o pessoal inventa uns subtítulos terríveis… perto destes que você listou, “Smallville – As aventuras do super boy” nem soa tão ruim assim!

    Tinha também aquela série da Claire Danes e do Jared Leto chamada My so called life, que foi exibida pelo SBT e recebeu o título de “Meus 15 anos” e também “Minha vida de cão”…

  • loli

    Tem uns que dá vontade de chorar… mas olha, uma coisa que sempre acontece com essas “traduções” de título no Brasil, principalmente com filmes, é eles colocarem um nome random qualquer que não expressa nada, não dá nenhuma vontade de ver e ainda faz a gente pensar que já viu o filme/série antes. Tipo isso de “Lances da Vida” pra One Tree Hill, sério, alguém tem vontade de ver alguma coisa com esse nome??
    E Fringe, PRECISAVA traduzir? Qual a dificuldade de falar FRINGE em português??

  • Marcio

    Olha, a lista esá ótima. Não só os nomes como os subtítulos são bem ridículos. Só que eu tenho visto o box da primeira temporada de Fringe com o título original e a frase “A grande conspiração” logo abaixo. O que também é bastante ridículo.

  • Vinicius

    NÃOO! Alguns são slogans, como o de Nikita e Mike and Molly. Os titulos utilizados são os originais!

  • Ana

    sempre fui contra tradução desses titulos tanto em fime como em series, mas algumas traduçõs nõa podem ser feito ao pé da letra, algumas das series que voce citou não traduções do titulo, mas sim slogan,

  • Márcia

    Fronteiras!! sério? morri …

  • http://twitter.com/thizin Thiago Anderson

    @Lucas

    O Adriel não é burro cara, ele sabe que isso é um subtítulo, você é que não entendeu direito a proposta do texto.

    Olha, realmente me irrita essas traduções pífias tupiniquins. O que é que custa deixar o título original? Eles devem estar muito drogados na hora de inventar esses títulos, só pode. Ainda bem que assisto minha série sem precisar de Tv a cabo ou aberta.

  • Daniel S

    A tradução me faria não querer assistir, caso não conhecesse alguma destas séries.
    Simples assim realmente. Afinal, como vou assistir algo do tipo “Crimes do colarinho Branco”, mesmo sendo White Collar … que por sinal, soa bem melhor.

    Não é “Ah vá seu americanizado”. Não tem nada a ver, o problema é o nome sem cabimento, ou tradução raelmente que não combina.

    Tem casos até que dão certo, acredito.. mas há outros que Jesus. Nem ele. rs… rs…

    One Tree Hill saiu do Lances da vida, agora nas últimas temporadas vai se chamar “Chatices da vida”, mas como ñ vem ao caso estragarem a série dando oportunidade de maise mais temporadas, OC tbm foi terrivel.

  • http://www.supernovo.net Supernovo

    Em Portugal, White Collar é “Apanha-me se puderes”, mesmo nome do filme do Spielberg com o Tom Hanks e o DiCaprio. Claro, a série parece ser bem inspirada no filme, quase começando onde a outra termina, mas não precisavam dar essa indireta no nome.

    Ainda sobre os nossos irmãos lusitanos, The OC lá é “The OC: Na Terra dos Ricos”, How I Met Your Mother é “Foi assim que aconteceu”, Lost “Perdidos” e Burn Notice, “Espião Fora de Jogo” – detalhe: “fora de jogo” é a expressão usada para o “impedimento” no futebol.

    Não são melhores nem piores que os brasileiros, mas mostram que essa pisada de bola não é privilégio tupiniquim 😀

  • https://twitter.com/Adriel_SS Adriel Santos Santana

    @Lucas

    Esses slogans fazem parte da apresentação das séries no Brasil. Não é questão de burrice, mas de bom senso. Ou você acha que essas frases de efeito são boas?

  • https://twitter.com/Adriel_SS Adriel Santos Santana

    Um adendo: Fringe pode ser encontrada no Brasil tanto pelos nomes “Fronteiras” como “Fringe – A Grande Conspiração”. No 2º caso, tratava-se de um slogan do canal fechado que a exibia que terminou sendo incorporado ao título quando a série foi lançada em DVD no país. De qualquer forma, ambas são ridículas.

  • http://twitter.com/lucasparaizo Lucas Paraizo

    Essas da Warner são slogans, mas são ridículos do mesmo jeito.

    The O.C. é o clássico do SBT, TODA SÉRIE que eles passam precisa ter um subtítulo bizarro, que nem já falaram aí em cima, tem “Smallville – As Aventuras do Superboy” também, e fazem parte do nome mesmo, eles sempre chamavam assim, rs.

    Mas esses de White Collar, 30 Rock e Fringe são de chorar mesmo. UM MALUCO NA TV é pra matar…

  • http://twitter.com/lucasparaizo Lucas Paraizo

    Ah, e tem o simples “Doutor House” da Record, que me dá uma dor no coração toda vez que ouço.

  • http://seriemaniacos.tv Lucas Carvalho

    Corrijam-me se eu estiver errado, mas eu vi na televisão da academia na segunda-feira passada a propaganda de Lie To Me (com esse nome) na Globo.

  • Caio

    Qual o problema de “Minha vida de cão?”. Representa perfeitamente a angústia adolescente do título original e da série.

    Barrados no Baile é a pior tradução já feita, pois até hoje tento descobrir QUAL O SENTIDO no nome brasileiro.

  • http://www.twitter.com/peterguimaraes peter

    Gossip Girl: A Garota do Blog
    Gilmore Girls: Tal Mãe, Tal Filha
    Queer as Folk: Os Assumidos (oi?)
    Pushing Daisies: Um Toque de Vida
    Six Feet Under: A Sete Palmos (tá, esse ficou legal)
    Prison Break: Em Busca da Verdade
    Skins: Juventude à Flor da Pele (kkkkk…)

  • Lucas

    Boa parte desses são só as taglines dos canais de tv a cabo, mas beleza. “Um Maluco na TV” é especialmente ruim, claramente uma tentativa de relacionar com fresh prince of bel-air, o que tem absolutamente nada a ver.

  • Thiago Alves

    Um maluco na TV e ESTRAGOS (O.o) são os melhores… KKKKKKKKKKKKK’

  • http://twitter.com/LybioJ lybio

    kkkkkkk ótima lista, realmente aqui no Brasil sempre tem que inventar uma coisa dessas, aúnica que se salvou foi “o maluco no pedaço” kkkk adorava essa série!

  • Bruno foresti

    Minha unica mencao vai para eu a patroa e as criancas!!!!

  • Felipe

    Só faltaram traduzir House para “Dr. Casa” kkkkkkkkkk
    Más o pior mesmo foi Lie To Me e eles perceberam que fizeram merda e o DVD da 2ª temporada ficou Lie To me em vez de engana-me se for capaz

  • Thyago Evangelista

    o q mais me doeu foi quando eu vi que GREEK ganhou como subtítulo: Sexo, Livros e Rock ‘n Roll. Valeu UC

  • @caiomartt

    Glee na globo deve se chamar: Glee: Um Musical Feliz

  • http://twitter.com/lylavieira Camila Vieira

    Olha eu comprando briga: Cara, na boa, você surtou? Acho muito exagero exigir que os títulos sejam mantidos em inglês. A maioria das traduções é direta – quer culpar alguém, culpe quem nomeou a série original. Tipo, White Collar – cara, não dá pra culpar “Crimes do Colarinho Branco” por traduzir o original. Ou Engana-me se puder (Minta pra mim conseguiria ser ainda pior, mas título por título, é só tradução. Culpe o original). Fringe/Fronteiras – Cara, tradução! Sim, precisa traduzir. Estamos no Brasil, ninguém é obrigado a entender inglês, as emissoras estão mais do que certas em traduzir os nomes dos programas.
    Sempre que assisto Nikitta na Warner, aquela frase que você pôs soa como um slogan, nunca como subtitulo. Mike e Molly, idem. Confere que essa você errou. Honestamente, gosto mais de “Lances da Vida”, embora tenha me acostumado com o original “One Tree Hill” – faz mais sentido e ainda guarda trocadilho com o jogo que dominou as quatro primeiras temporadas.

  • http://abacrazytech.blogspot.com Adriano Basto

    As pessoas vão perder de assistir a execelente série que é Fringe porque o nome Fronteiras não atrai ninguém e não diz nem um terço de tudo o que a série aborda.

    Imagino o que farão com Glee, Cougar Town,…

  • Alexandre Magno

    Isso não acontece somente com séries, como também acontece com quase todos os filmes… O brasileiro tenta explicar o filme em uma ‘extensão’ do título… simplesmente ridículo.

  • Alex

    hsauhsauhsuahsa, o pessoal deve se divertir inventando esses títulos.
    Não sabia de alguns, fiquei chocado, para mim os piores são 30 Rock, Fringe, Gilmore Girls e Gossip Girl, Damages.
    Como bem disse o @Peter, Six Feet Under é um exemplo de tradução que ficou legal.
    Aliás, eu tenho o Box de Fringe e ta só “Fringe, a grande conspiração”. Fronteiras é na TV?

  • Bruno

    Puts Fronteira (Fringe) foi um absurdo, meu deus que brisa, mas eu me pergunto quando o pessoal aqui no Brasil vai apreender a discernir o que tem que ser traduzido é o que não deve ser, pora Crime do Colarinho Branco é pra la do pra la de ridiculo.

  • Loli

    Fora que parece que eles colocam o primeiro nome que vem à cabeça, geralmente um monte de clichê com termos conhecidos e frases prontas… “Um Casal de Peso”; “Tal mãe, tal filha”, tudo bem sessão da tarde feelings… e aposto que ainda se acham super inteligentes por terem bolado esses nomes… hahahaa.

  • Raphael

    Sinceramente, pra mim, White Collar e Crimes do Colarinho Branco são a mesma coisa. Não faz diferença nenhuma.
    White Collar = Colarinho Branco, se tivessem traduzido assim ainda iam reclamar?
    Só pq ta ingles eh mais bonito? Fala sério né.

  • Luciano Cavalcante

    Adriel, até que a tradução para Fringe – Fronteiras – não é tão ruim assim. Vai de acordo com o espírito da série, não acha?

  • Raphael

    Camila Vieira falou tudo!

  • Rodrigo Deway

    Se eu não me engano, é obrigatório por lei traduzir ou ao menos incluir um subtítulo em qualquer filme estrangeiro ou série lançada no Brasil.

    Em alguns casos ocorre de o título adaptado não fazer parte do material de divulgação do filme, como por exemplo “Batman Begins”, que no Brasil saiu com esse nome mesmo em todos os cartazes e trailers, mas “oficialmente” possui o subtítulo “O Recomeço de um herói”.

    Acho que alguns nomes devem ser traduzidos sim, como ocorre no mundo inteiro.
    Qualquer filme estrangeiro que chegue aos EUA tem seu título alterado também.

    O problema é infantilizar a série, como “Um Maluco na TV”. Tudo bem, escolha infeliz, mas que sentido faria “30 Rock” para um brasileiro?

    Simplesmente manter o título original não é a escolha mais correta.

    Abraços.

  • Rodrigo Deway

    Achei ótimo o comentário da Camila Vieira.
    Muito pertinente.

  • Rodrigo Deway

    O comentário da Camila Vieira é ótimo. Muito pertinente.

  • Paulo jr

    Faltou o clássico do Sbt: Gilmore Girls – Tal mãe, tal filha

    Só Deus!

  • Rodrigo Deway

    Por que meu post foi apagado?
    Só porque discordei do autor do texto, mesmo não fazendo uso de linguagem de baixo calão?

  • gabi

    Sinceramente, não entendi o que tem de tão absurdo a tradução para Crimes do Colarinho Branco. Eu vi uns 3 episódios da série, e parece que se aplica, não?? Podia ser só colarinho branco. Afinal, temos o mesmo sentido para essa expressão no português e no inglês.

    Tem alguns títulos que irritam mesmo. Principalmente nos filmes, porque eles acabam tendo problema com as continuações, como em “Meu Primeiro Amor”. Mas adaptar é necessário!

  • Matt Winchester

    One Tree Hill Foi um trocadilho horrível: Lances da Vida, me entendi que Lances veio por causa que os dois irmãos Scott jogavam basquete… mas é bem toscoo…

    UMA pior ainda é: Gilmore Girls que virou Tal mãe, Tal Filha…

    Ah, saiu também que nome Glee vai ter na globo: Glee – O Musical

    Outras menções:

    Smallville – As avenrturas do Superboy
    Gossi Girl – A Garota do Blog
    Estética(Nip/Tuck)
    Barrados no Baile(Bervely Hills 90210)

  • Gabriel

    Concordo com a Camila Vieira, não faz sentido colocar os títulos em português. Pra quem sabe inglês parece ridículo, mas pra maioria da população não.

  • https://twitter.com/Adriel_SS Adriel Santos Santana

    @Camila Vieira @Raphael @Luciano Cavalcante @Rodrigo Deway

    Não se discute aqui a necessidade de se traduzir os títulos. Contudo, o que se nota é as escolhas infelizes desses títulos no Brasil. Como afirmou o @Daniel S, o problema é o nome sem cabimento (Um Maluco na TV) ou a tradução literal que realmente que não combina (Fronteiras, Crimes do Colarinho Branco).

    Percebam que na lista eu reconheço que um bom exemplo de título dado no Brasil foi “Um Maluco no Pedaço”, que é totalmente diferente do original, mas captou o espírito da série. Não se trata de querer que os nomes em inglês não sejam traduzidos ou modificados, mas apenas exigir um pouco de bom senso na escolha desses nomes.

  • Camila Oliveira

    Baywatch -> SOS Malibu;
    Boy Meets World – > O Mundo é dos Jovens;
    It’s All Relative -> Casal Gay;
    Without a Trace -> Desaparecidos;
    Nip/Tuck -> Estética;
    The Closer -> Divisão Criminal;
    Eleventh Hour -> Último Recurso;
    Lipstick Jungle -> Selva de Batom (ok, foi literal, mas muito ridículo);
    Nightmares & Dreamscapes -> Pesadelos e Paisagens Noturnas (outro caso de ter sido melhor deixar o original);
    Threshold -> Primeiro Contato
    Knight Rider -> Super Máquina;

  • http://twitter.com/tppacheco Tiago Pacheco

    Quando eu li ‘Estragos’ como Damages senti um aperto no peito. Mas aí parei pra pensar que não tem como, é isso mesmo.

    É questão de costume mesmo.

  • Luik

    Só um Top 10 de séries com nomes horriveis:

    10 – Third Watch – Parceiros da Vida
    9 – Nip/Tuck – Estética
    8 – Gossip Girl – A garota do Blog
    7- Aliens in America – Raja: O Estranho mundo dos Adolescentes.
    6 – Full House – Três é Demais
    5 – Skins – Juventude a Flor da Pele
    4 – Beverly Hills 90210 – Barrados no Baile
    3 – Privileged – As Patricinhas de Palm Beach
    2 – Charmed – As Jovens Bruxas
    1 – 30 Rock – Um Maluco na TV

  • Marianna

    A maioria dos nomes é ridiculo.
    Mas Um Maluco no peçado eu gosto. Não sei se foi porque eu conheci a série no SBT, ainda criança, então n consigo imaginar a série com outro nome.

  • Raul Ribeiro

    Monk – um detetive diferente (precisava?)

    O único que eu concordo é Arquivo Morto (Cold Case)

    Imagine a Globo anunciar “nessa segunda estreia Glee – o Clube do Coral”. Nossa, de chorar

  • Sheyla Chaves

    Olhando para trás:
    – Barrados no baile (Beverly Hills 90210)
    – Profissão perigo (MacGayver)
    – Na mira do tira ( Sledge Hammer)
    – Caras e caretas (Family ties)
    E a pior de todas: – Primo cruzado??? (Perfect strangers).

  • Tiago

    Diários do Vampiro acho até melhor que o titulo que o SBT deu, Diário de um Vampiro.
    E Amor Se Escreve com Sangue é bem melhor se tivessem traduzido o Love Sucks (Chupa Amor), pelo menos no DVD deixaram The Vampire Diaries – Love Sucks

  • Thiago Silva

    Estragos…
    AHAHAHAHHHAHHHA

  • flavia

    30 Rock para Um maluco na TV é o mais absurdo!

  • Leonardo

    Olha, esses nomes me dao medo, principalemnte de Fringe, pow fronteiras, sacanagem…mas venhamos, se colocassem Fringe- A Grande Conspiração ficaria beem melhor, mas nao tanto quanto fringe msm…o mesmo ja nao vale pros da Warner, pq pelo que eu acho um casal de peso, o perigo nunca foi tao sedutr sao meros slogans pra divulgar a série, me corrigam se eu estiver errado, nunca vi usarem esse subtitulo em banners nem nada que indicasse ser um subtitulo, mas que nas propagandas eles usam abusivamente desses subs abusam sim, afinal o unico comercial legal msm da Nikita da Warner foi o que usava a musica da Rihanna, mesmo nao sendo nada haver e um atualmente com um tango

  • https://twitter.com/Adriel_SS Adriel Santos Santana

    Esqueci de comentar. Existem casos em que a alteração do título original no Brasil provoca uma perda significativa no sentido do nome. Um caso bom é o de “Rescue Me”, que por aqui se chama “Esquadrão Resgate”.

    O título Rescue Me faz referência ao protagonista da série que é um bombeiro cheio de graves problemas pessoais. Só que a mudança para Esquadrão Resgate faz parecer que ela é uma produção simplesmente sobre um grupo de bombeiros e seus trabalhos diários.

  • Betão

    Um atenuante é que os próprios títulos originais não ajudam.
    O que vc espera de uma seriado com o nome The Middle, por exemplo?
    O.C. é abreviatura de Orange County, como um brasileiro vai entender isso, e saber que é o lugar dos milionários americanos?
    Aliás, Estranho no paraíso é um título roubado de um filme sensacional de 1983, do Jim Jarmusch.
    Damages poderia ser traduzido como Danos, muito melhor que o horrível Estragos.
    Os caras deveriam realmente parar com esses malucos na Tv, adolescentes em apuros ou qualquer merda do tipo.
    Mas, em casos comos os citados acima, o canal que vai exibir deveria pensar em nomes menos estúpidos.
    “A 7 palmos’ mostra que é possível fazer um título sem traduzir ao pé da letra o original e manter o espírito da série.
    Ou alguém iria preferir “Seis pés abaixo?”

  • Fernanda

    kkkkkkkkkk.
    Estragos (quem é que vai assistir uma série com esse título??).
    Inventando verdades…Um maluco na tv…o que esses “tradutores” tem na cabeça?

    Menção honrosa: What I like about you – Coisas que eu odeio em você. PARABÉNS pra quem criou esse!!! Conseguiu INVERTER o título da série. kkkkk

  • Sara

    As traduções são todas ridículas, mas se torna meio impossível de passar uma série em TV aberta com o títulos americano.

    Por isso larguei da Tv faz tempo AOEIHEIALHAOHEA

  • Fernando dos Santos

    Eu lembro de alguns casos bizarros da década de 80.

    A sitcom Family Ties, que revelou Michael J. Fox recebeu na Globo o titulo Caras & Caretas.Até hoje tento entender o que significava esse titulo que a Globo deu.

    Perfect Strangers, outra sitcom exibida pela Globo, ganhou o titulo de Primo Cruzado.E o pior é que a dublagem deturpava totalmente o texto original.O personagem Balki Bartokomus um grego, virou o brasileiro Zeca Taylor nas mãos(sujas) dos dubladores.

    Air Wolf um seriado de ação virou Aguia de Fogo.Mudaram até o bicho do titulo.

  • Fernando dos Santos

    A primeira versão de 90210, produzida nos anos 90 recebeu na Globo o medonho titulo de Barrados no Baile.
    Deveriam ter barrado o sujeito que propos esse titulo.

    Agora, eu acho que no caso de Nikita a frase “O perigo nunca foi tão sedutor” é um slogan.Não me parece ser um sub-titulo.

  • Fernando dos Santos

    Quanto a Um Maluco No Pedaço, também acho que esse foi um raro caso em que o titulo em português funcionou bem.

  • http://@saulolimalemos Saulo Lima Lemos

    Ainda tentando engolir o Engane-me se puder de Lie to ME

  • Juliano Guilherme

    Mais alguns momes curiosos de séries!

    – Modern Family ficou “Uma Família muito moderna”;
    – According to Jim como “O Jim é assim”;
    – Wonder Machine como “Super Vicky”;
    – Dollhouse na globo é “Dollhouse – Programados para o Perigo”;
    – The Dead Zone virou “O vidente”;
    – Twins escandalizou com “Q.I. de loira”;
    – Joey era “Vida de Artista”;
    -Everwood ficou “Uma segunda chance”;
    -3rd Rock from the Sun virou “Uma família do outro mundo”;
    -Ally McBeal ganhou codinome “Minha vida de Solteira”;
    -Birds of Prey virou “Mulher-gato”;
    -Charlie’s Angels e o eterno “As panteras”;
    -Charmed com “Jovens Bruxas”;
    -Clueless virou “As Patricinhas de Beverly Hills”;
    -Doogie Howser, M.D. com “Tal Pai, Tal filho” Irc;
    -E-ring como “Pentágono: O Jogo do Poder”;
    -Everybody Loves Raymond sofreu com “Raymond e Companhia”;
    -Ghost Whisperer virou “Conversando com os Espíritos”;
    -Hart to Hart para o impagável “Casal 20”;
    -Married… with Children com “Um amor de família”;
    -Medium virou “A Paranormal”;
    -Men in Trees com o título “Homens as pencas”;
    -Moonlighting virou “A gata e o rato”;
    -Oz ganhou o subtítulo “A vida é uma prisão”;
    -Saved by the Bell (saudades) virou “Galera do barulho”;
    -Teen angel (Que até hoje eu acreditava ser Fredie Prince Jr) virou “Um anjo do barulho”;
    -That ’70s Show é “De volta ao anos 70” e
    -Outsourced como “Despachado para a India”.

    Vale ainda lembrar que na Globo Dawsons Creek ia se chamar “Cena de Cinema” mas de última hora a emissora resolveu manter o original.

  • Matt Winchester

    Tinha que citar esta… Pois a pessoa desiste de ver a série por causa do nome:

    8 Simple Rules: 8 Regrinhas Básicas para namorar minhas filhas Adolescentes

  • Pedro

    Tenho mais um caso bizarro:

    MISFITS tá passando no Multishow com o nome DESAJUSTADOS (ao pé da letra, mas sofrível. )

    Ainda não engulo o Engana-me se puder…

  • Luan

    Eu também acho ridículo, mas se isso não desse um retorno melhor que o nome original, as emissoras não usariam. Depende muito do canal e do seriado.

  • Ronaldo

    Men in threes – Homens as pencas? a tradução ficou estranha e mesmo a tradução ao pé da letra de Friends – Amigos não soou legal – mas everybody hates cris – Todo Mundo Odeia o Cris – ficou legal, Supernatural – Sobrenatural – tudo a ver a tradução – 24hs – twenty four – obvio demais né… Já Smallville – As Aventuras do Superboy – Ridículoooooooooo….. graças a deus que eu não assisto e nem acompanho estas séries nem no sbt e nem na warner, e globo também pois segui-las nestes canais vc passa muita raiva, com ou sem tradução……fui!!!!!!!!!!!!!!!

  • Lucas

    Você deixou bem claro: NOMES. E nome é bem diferente de slogan.

  • Gabriela Schwingel Ferreira

    Pushing Daisies, um toque de vida (Ned se matou depois dessa)

    GArota do Blog, Blair, Serena < Nate e Chuck criaram um plano daqueles contra o tradutor

    Gilmore Girls, Tal mãe, tal filha: WTF? Os problemas dos Gilmore piorram depois dessa. A Emily nunca mais deixou a Lor em paz

    Ah Matt, o 8 simple Rule é uma tradução do título original "8 simple rule to date my teenager daughters", o resto do nome aparecia bem pequeninho debaixo do título.

  • Nayane

    Traduziram Fringe quase ao pé da letra que quer dizer borda, margem… pior seria Um cientista muito louco ou Barrados no 3° universo… por aí vai.

  • jrsneto

    olha cá em portugal os nomes dessas series são:
    -mike & molly
    -lie to me
    -nikita
    -O.C na terra dos ricos
    -fringe
    -boston legal
    -one tree hill
    -rockefeller 30
    -white collar
    -the good wife
    E simplesmente isto

  • Thiago

    Pior que ainda tem gente que acha que é o SBT quem traduz alguns títulos, rs.

  • http://@licialf Lícia

    Tem traduções que me fazem chorar mesmo!
    Mas tem algumas que são salvas, uma adaptação muito boa
    é a de “My Wife and Kids”, quem é que precisa disso quando temos
    “Eu a patroa e as crianças”? kkkkkkkk

    Parabéns pelo texto!

  • Alexandre Braga

    30 Rock como Um Maluco na TV é campeã absoluta, não tem lógica, ainda mais tentando comparar a série com Um Maluco no Pedaço, que são totalmente distintas. Parabéns pra quem inventou Fronteiras tbm, troféu joinha…

  • Fernando dos Santos

    Lembrei agora de um raro caso de ousadia, em que a emissora arriscou-se a exibir série americana com título original.

    Foi na década de 80, quando o SBT exibiu Miami Vice mantendo o título original e SEM acrescentar subtitulo em português.Se nos dias de hoje isso ainda é dificil de acontecer, image então nos anos 80 quando ainda estavamos distantes da era da globalização.

  • Humberto

    Vejo que muita gente lembrou de cada nome bizarro … mas esqueceram de um que é pra mim o pior de todos, pois o título não conduz em nada o que é a série, e que passava no SBT Mulher Gato ( Birds of Prey )

  • Renan Soares

    Tem “Greek – Sexo, Livros & Rock’n Roll” também -q

  • leonardoav

    Outro que ficou bom foi “Anos Incriveis” (The Wonder Years).

  • Michael Corleone

    Só acho que Adriel foi meio duro com alguma traduções séries.

    Tá certo que alguns nomes são ridículos – principalmente os do sbt – mas daqui quem realmente
    assiste – acompanha – séries na tv aberta? A maioria só assiste pq chegou em casa e tá passando na tv. Acompanhar que nem novela da globo acho raro (e sofrível também).

    “Acho que alguns nomes devem ser traduzidos sim, como ocorre no mundo inteiro.”

    Essas traduções servem pra atrair o público. Quem vai advinhar que 90210 é um CEP lá em Hollywood onde moram os ricaços? O que diabos é 30 Rock? The O.C?

    Como vc vai atrair alguém – principalmente – os homens com o título “Garota Fofoqueira”?
    Ou “Empurrando Margaridas”?

    “Qualquer filme estrangeiro que chegue aos EUA tem seu título alterado também.”

    Por exemplo, o 1º filme da Trilogia Millennium (que já vai ter remake americano)

    Män som hatar kvinnor (original title) sueco
    The Girl with the Dragon Tattoo
    Os Homens Que Não Amavam As Mulheres

    As vezes eles erram, as vezes acertam nas traduções, mas o certo que eu sempre dou risada com essas traduções.

    ps: se as traduções de título de série já são bizarras, pense nas dos filmes……..

  • lucas

    Damages- Estragos é pessimo tambem, talvez até o pior.

  • Liza Alcantara

    Não sei choro ou se rio, Fronteiras? Um maluco na TV? e ESTRAGOS??????
    Antes tivessem colocado Danos, Dolos ou Culpas pelo menos teria algo a ver com direito kkkkk

  • flavia

    Gente é sério. Sou fã de 30 Rock e fico pensando: quem seria o maluco na TV? Tracy? O foco da série é Liz e Jack.

  • Liza Alcantara

    Agora fui ler os coments discordo que as séries TEM q ter o nome traduzido pq passa na TV aberta, minha mãe não fala inglês e saberia muito bem falar Fringe, Damages pra chamar a série pelo nome original… Acredito q aqui ele acrescentem o nome mais pra chamar a atenção e dar uma dica sobre o assunto da série, mas ainda assim acho desnecessário, pra algumas séries funciona, quando a tradução é quase literal como Criminal Minds e até Lost por exemplo, mas Estragos é demais, doeu no coração uma das minhas séries favoritas ter o nome ferrado assim.

  • http://cantodalu.blogspot.com/ Lu

    É uma coisa mais tosca que a outra!
    Adorei o post!

    Ah! Tentei enviar pro twitter pelo botãozinho mas nada aconteceu. Tem certeza q tá funcionando?

  • Luiz

    Pra que traduzir Fringe… me fala ? Ao assistir a série as pessoas iriam ver que Fringe é o nome de uma divisão que investiga eventos sobrenaturais. PRONTO!

  • Patricia

    Realmente, tem traduções que são toscas, e fico pensando nas séries dos anos 80 que passava na Globo, na época que eu era criança, e não tinha noção de inglês… depois que descobri o nome original de algumas, fiquei besta… Charlie’s Angels – As Panteras, Moonlighting – A gata e o rato, Hart to Hart – Casal 20, Alf – Alf – o E.Teimoso… mas aí eu penso: na época que eu não sabia, não achava nada absurdo esses nomes… e ia achar completamente sem sentido se a série fosse apresentada pelo nome original, pois não ia entender nada…
    Mas concordo que traduzirem 30 Rock por Um Maluco na TV não tem nada a ver… podia ser algo do tipo “Bastidores”, sei lá…

  • Tamy

    “Fronteiras” pra mim foi o cúmulo. Quem se interessaria assistir uma coisa com um nome desses? hsuahsua

  • Vanessa

    Sinceramente os slogans não me incomodam, então nem vou comentar.
    Agora as traduções, lembrando que Smallville é só no nome porque durante os episódios eles chamam de Pequenópolis! kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

    Lembrei dos The Dukes of Hazzard = Os Gatões
    My wife and kids = Eu, a patroa e as crianças
    Eve = Alfinetadas (SBT bebeu)
    Target = Alvo Humano (hauahuahauahu)
    Grey’s Anatomy = Anatomia da Grey (ao pé da letra mas ridículo)
    Trust Me = Confie em Mim
    All of us = Elas e eu (cuma?)
    V = Visitantes

  • Dark Nerd

    A grande questão é que quem assiste série baixando é um publico diferente, que já está acostumado com expressões em inglês, quando não domina a língua, e acha traduções desnecessárias. Porém o consumidor de canais abertos é um publico bem diferente, e é pra eles que são feitas as traduções.

    Queria que você tivesse colocado sugestões de títulos, pois você reclamou quando a tradução é ao pé da letra e quando é diferente. Quando tem “um maluco” você elogia em uma série e fala mal em outra.

    E eu acho “Clube do Terror” um titulo bem melhor que “Quem tem medo do escuro?”.

  • Quincas

    Não vejo problema em traduzir ou adaptar os nomes das séries quando passam, dubladas, na TV aberta. O português é bastante expressivo. O problema está em não saber dar nomes portugueses para a series.

    “O.C.”, à evidência, não teria sentido na TV aberta. Mas “Um Estranho no Paraíso” não dá. Ridículo. “Barrados no baile”, tão ridículo quanto. Usaram essa besteira somente porque, na época, uma música com o mesmo nome da banda “Blits” fazia sucesso. Não bastaria, apenas, nomeá-la “Bervely Hills”, sem a indicação postal do original americano.
    “Lie to Me” deveria ser, simplesmente, “Minta”.
    “Damage” – “Danos” ou “danos irreparáveis”
    “The Practice” – “Práxis”, nome comum no Brasil para “prática forense”, expressão essa que seria a tradução literal do inglês.

    Dizem que “Psycho” de Hitchcock, em portugal, foi traduzido como “O filho que matou a mãe e tomou o seu lugar” – brincadeirinha. Será.

  • Castiel

    Falaram de lei para tradução de nome de séries. Não,não existe lei nenhuma que obrigue os canais à traduzir o nome de uma série.

    Tanto é que a Globo não traduziu o nome de Prison Break e nem de Lost, assim como SBT não traduziu de Friends(sim, pasmem, SBT não traduziu o nome de uma série…)

    Mas acho q o caso mais FAIL vai para Smallville-As aventuras do Superboy, por 2 motivos.

    1-Na dublagem, em nenhum momento é dito ”Smallville”(traduziram como ”Pequenópolis”). Ou seja, o cidadão pode assistir 10 temporadas inteiras da série, q não saberá o pq do título se chamar ”Samllville”.

    2-”Superboy” se enquadraria perfeitamente se o Clark Kent FOSSE o Superboy. Na verdade, h[a um erro grotesco aqui: Acharam q, por ser adolescente, o superman deveria se chamar superBOY. A questão é que o VERDADEIRO Superboy é apresentado na décima temporada, como um coadjuvante. Ou seja, Superman é um personagem da DC, Superboy é outro.

  • Chris

    Não acredito que ninguém lembrou do absurdo “Dois homens e meio”… hahahahaha

  • Chelsea

    @Castiel
    eu ia falar a mesma coisa de Smallville. Eu acho GROTESCO eles colocarem Superboy sendo que o Superboy é outro personagem. Faltou até pesquisa básica antes de colocar o subtítulo.

    Quanto às reclamacoes sobe subtítulos, nao sao exclusividade do Brasil. Na Alemanha temos uns beeeeem estranhos também:

    Bones – Die Knochenjägerin ( A Cacadora de Ossos. Fica parecendo mais coisa de escavacao do que de investigacao);
    Angel – Jäger der Finsternis (Cacador das trevas. Mania com cacador);
    My So-Called Life – Willkommen in Leben (Bem Vinda à Vida. Muuuuuuuuuuuuuuuuuito pior que o em português e nada a ver com o original mesmo!);
    The Listener – Der Gedankenjäger (O Cacador de Pensamentos! Nunca vi a série, mas o título com certeza é broxante).

    Bem, isso serve pra mostrar que falta senso nas distribuidoras em qualquer lugar no mundo.

    PS.: Quem reclama que House virou Dr. House na Record esquece que o nome original da série é House MD, que é lido como Doctor House. Portanto o título que a Record usa é correto, mesmo parecendo estranho.

  • Rodrigo Deway

    Algumas pessoas estão sendo muito exigentes com as adaptações.
    Algumas citadas acima são realmente boas ou ao menos mantém o espírito da série, como exemplo:

    – Wonder Machine como “Super Vicky”;
    – Joey era “Vida de Artista”;
    -Everwood ficou “Uma segunda chance”;
    -3rd Rock from the Sun virou “Uma família do outro mundo”;
    -Charmed com “Jovens Bruxas”;
    -E-ring como “Pentágono: O Jogo do Poder”;
    -Everybody Loves Raymond sofreu com “Raymond e Companhia”;
    -Ghost Whisperer virou “Conversando com os Espíritos”;
    -Married… with Children com “Um amor de família”; e
    -That ’70s Show é “De volta ao anos 70″.

    Dificilmente pensaríamos em títulos melhores para a maioria delas, enquanto que outras tem nomes péssimos mesmo em inglês, como a maravilhosa “Married…with children”.

    Abraços.

  • PaTY

    vergonha alheia, a gnt ri + fica revoltado ao msm tempo

  • Max

    White Collar = Colarinho Branco… nada de bizarro nisso..

  • Renan

    Povo reclama pra caralho…

  • vitor souza

    Esse povo que traduz os nomes de séries e filmes no Br deveriam ser todos demitidos!

    É até previsível: cachorro = …pra cachorro. Filme/série romântico = “amor” no nome. Gordinhos = da pesada.

    Ngm merece… pior é quando a gente acha q eles vão deixar os mesmos nomes, colcoam essas frases ridículas junto…

  • http://www.danyelmonteiro.com.br Danyel Monteiro

    kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk FRINGE FOI TOSCO…………..

  • Gabi

    Concordo que os tradutores algumas vezes dão nomes que não dão nem idéia sobre o real tema da série, mas peralá, vocês estão exagerando.

    Como já disseram acima, se eu não soubesse inglês ou só tivesse acesso a TV aberta, o nome original seria quase inútil para mim. O público alvo dessas traduções, na grande maioria não acessam blogs de séries, não ficam avidamente esperando o próximo episódio, não sabe de toda e qualquer novidade sobre a série, etc etc.

    Ou seja, as traduções são necessárias sim e aposto que o que é tosco pra você, não é tosco pra quem não tem nem idéia de qual é o nome original da série.

    Aliás, a grande maioria só deve achar “um maluco no pedaço” um nome legal porque desde sempre ouviu falar nesse série e se habituou com o nome. Se a série fosse novinha tenho certeza que ela também estaria nessa lista aí.

  • http://singularpqu.blogspot.com/ Cíntia

    As vezes, vejo um filme ou série com traduções bizarras de nome, o que mais me irrita é quando essa tradução não tem nada haver com o nome orogonal. Muitas vezes realmente o titulo original tem significado ruim mesmo ou é difícil de traduzir, nesse caso não tem muito o que falar, acho melhor traduzir do original, e sem muito o que reclamar. Eu sou fã de Fringe, e achei fronteiras uma tradução legal, afinal esse é o significado do nome, e é melhor do que borda ( que é um sinônimo) não?, sem contar que o fonema inicial do nome foi preservado. Na maioria das vezes o nome original é estragado veja o caso de Mulher-Gato na série Birds of Prey ( por que não aves de rapina, afinal mulher gato nem aparecia na série e não tinha nada haver). Mas uma das mudanças mais bem sucedidas de nome, é na minha opinião e de outras pessoas, a noviça rebelde, que no seu inglês the sound of music, não expressava realmente o que o filme tratava.

  • darlangattuso

    “Breaking Bad – Reações Toxicas”

  • Hugo Luz

    Não vejo problema algum. O.C.: Um Estranho no Paraíso; Verônica Mars: A jovem espiã. Vocês também reclamam de tudo mesmo hein? Saudades dos tempos de infância, em que a única coisa que importava era se o programa era bom ou não. Agora reclamam de tudo, da dublagem, do horário, de simples subtítulos… Daqui uns dias vão estar todos revoltados com a maquiagem ou com o cabelo das personagens e por isso vão abandonar a série. Quando não se tem nada pra fazer, se acha de tudo pra criticar né?

  • http://twitter.com/daiana_cr Daiana

    Fronteiras???
    Quando vi esse não consegui terminar de ler o resto!! Fronteiras??? WTF…
    Putz, tenso esse Post!!’kkkkkk

  • Felipe Vansan

    Em resposta a quem discorda de quem existem coisas que não se deve traduzir ou o velho “só porque está em inglês é mais bonitinho”; vocês acham que Carandirú seria traduzido lá? Nem as cidades brasileiras eles traduzem para o inglês, ou você já ouviu January River? Saint Paulo? .. EXISTEM COISAS QUE NÃO SE TEM QUE TRADUZIR….. Já aqui, Nova Iorque e por aí vai..

  • Luzo

    mudando de assunto, até hj eu não tenho a mínima idéia de onde os tradutores brasileiros tiraram a palavra “tira” para traduzir “cop” ou usar como sinônimo informal de policial, sério mesmo, algum doutor em linguistica pra decifrar esse mistério, ou vou ter que perguntar a um Tira da pesada ou ao tira no jardim de infância?

  • Eder

    Smallvile parei de ver assim que ouvi 0 nome Pequenópolis.

  • Rodrigo Otávio

    Monk: um detetive diferente

  • Jay

    Se as séries fossem chinesas, duvido que alguém reclamaria de tradução rs…
    Mas tem algumas horríveis mesmo, já outras são boas, e outras até melhores que os títulos originais… alias, de alguns títulos originais horríveis, ninguém também fala nada, o problema são sempre as traduções rs…

  • Hugo Luz

    Pois como eu já disse não vejo problema algum; até gosto pra falar a verdade. Pequenópolis, Um Estranho no Paraíso, A jovem espiã, Lances da Vida, Tal Mãe, Tal Filha. .. E ‘ Um Toque de Vida’ então??? Perfeito, mil vezes melhor do que ‘puxando margaridas’ E concordo plenamente com quem disse que ‘Um Maluco no Pedaço’só é bem visto porque é uma série mais antiga e desde sempre todos a conhecem assim. Caso contrário estaria no topo desse ranking bobinho. Gosto muito dos posts, mas esse aqui mais um vez se mostrou bem preconceituoso, e até me lembrou os posts criticando as dublagens com ênfase em ”Dexter”. Fiquei até com receio de assistir dublado, mas quando vi a coisa era bem diferente. Achei a dublagem fantástica.

  • Emanuelle Cristina

    O pior de todos p/mim foi FRINGE – FRONTEIRAS qndo conheci a série foi pelo SBT e até então acreditava que essa era a tradução literal de palavra,mas depois descobri q não era bem assim, é franja então passei a prestar mais atenção e entendi melhor o sentido,mesmo achando q não era necessário,pq eles não traduziram o nome da divisão p/ “Divisão Fronteiras”[ não q me lembre]….
    30 Rock não sabia q tinha sido traduzido p/ um maluco na TV….
    Mas tem alguns casos q é melhor ter uma tradução,q se fossem mais adequadas não fariam mal a ninguém. Grey´s Anatomy não precisa ser traduzida como Anatomia de Grey, pq assistindo a série dá p/ entender o sentido do título[ ainda bem q não SBT não fez essa loucura.
    No geral se não fossem pelas traduções não teria visto várias séries pq comecei e acompanhar a maioria em TV aberta qndo ainda era criança…

  • Diego Arnone

    Não vejo problema algum. O.C.: Um Estranho no Paraíso; Verônica Mars: A jovem espiã. Vocês também reclamam de tudo mesmo hein? Saudades dos tempos de infância, em que a única coisa que importava era se o programa era bom ou não. Agora reclamam de tudo, da dublagem, do horário, de simples subtítulos… Daqui uns dias vão estar todos revoltados com a maquiagem ou com o cabelo das personagens e por isso vão abandonar a série. Quando não se tem nada pra fazer, se acha de tudo pra criticar né? [2]

    Um Toque de Vida não ér uim como pintam

  • Rafael Miranda

    Muitos titulo ai são sofríveis mesmo, mas a culpa não é do canal aberto que exibe. Existe sim uma lei que se deve traduzir (quando é possível) os títulos para o português, e as PRODUTORAS que trazem a série para o país são encarregadas de Traduzir titulo/mandar dublar etc …

    PS: Muitas séries o título não teriam sentido algum para o ”povão” que assiste na TV Aberta, por isso é necessário a adaptação do título. ( O que não tira a culpa das produtoras escolherem títulos ridículos para a versão BR)

  • Patricia

    Apesar de muitos acharem ridículo a tradução de Smallville pra Pequenópolis, nos quadrinhos, antes, eles usavam esse nome…

    E acho ideal a tradução de Two and a Half Man pra Dois Homens e Meio… nada mais apropriado…

  • Bia

    Menção honrosa para 500 days of Summer, que foi traduzido para 500 dias com ela e perdeu completamente a ambiguidade (a menina se chama Summer) e Knight and Day, traduzido para Encontro Explosivo.
    E eu também acho que tem que traduzir sim, mas os tradutores poderiam ser mais criativos e ter um pouco de bom-senso (ou é pedir muito??)

    bjs Adriel, adoro seus posts!!

  • Tehh.

    e Drop Dead Diva qe ficou Sob Medida…

  • Michael Corleone

    Assisti Lie To Me essa semana e eles não traduziram. Será que viram post?

    Vanessa, a série se chama Human Target que traduziram como Alvo Humano.

  • Malu

    Concordo que dependendo da series os tradutores NAO deveriam traduzir, tipo Engana-me se puder ficou tosco, mas tem algumas series que é bom que eles traduzam sim, por exemplo the O.C eu nunca ia adivinhar o q signifacava isso já que nao assisto a serie, um estranho no paraiso da uma dica.
    Pra falar de outras traduçoes:
    Cold Case- Arquivo Morto
    The X-files- Arquivo X ( essa ficou boa, nao vi ninguem reclamando disso aqui)
    Annie Hall- Noivo neurotico, Noiva Nervosa
    Concordo que ja cansei de ouvir todos os subtitulos: da pesada, do barulho, bem trapalhao,

  • Eduardo

    GOSSIP GIRL – A GAROTA DO BLOG e BEVERLY HILLS 90210 – BARRADOS NO BAILE kkkkkkkk

  • daniel

    Tem uma q foi mto ruim mesmo. o SBT exibiu a série Birds of Prey (ou aves de rapina em bom portugues)como Mulher-Gato…. a série não tinha nada a ver com a Mulher gato (tanto q na série a mesma já até tinha morrido),e sim com a filha dela com o Batman(a caçadora- Huntress, q é uma heroína da DC Comics). Só sei q eu vi até o ultimo episódio da série achando q a personagem principal iria virar a mulher gato…o q nunca aconteceria, é lógico..kkkkkk, faltou quem deu o nome para a série assistir pelo menos 1 episódio, mas acho q nem eles quiseram se dar ao trabalho

  • Bruna

    Concordo que algumas traduções são ruins, não passam nem metade do sentido original, mas também não é motivo pra rechaçar quem faz as adaptações. Agora, tem coisas que não dá pra deixar passar como “Barrados no Baile”. O problema de “Crimes do Colarinho Branco” é que quando se fala em “colarinho branco” aqui no Brasil a associação que nos vem à memória é justamente com política, independente de toda a abrangência que essa modalidade criminosa possa ter.
    Outra coisa que me incomoda é “Veronica Mars – A Jovem Espiã”, afinal, desde quando a Veronica é uma espiã? Sério, espiã e detetive não são a mesma coisa, em universo algum. Se colocassem algo do tipo “Veronica Mars – Uma Jovem Detetive” (ainda que bizarro) seria bem mais coeso. Quem nunca ouviu falar pode até pensar que a garota é contratada pela CIA ou algo mirabolante assim. Francamente, um pouquinho de bom senso na hora de adaptar (que é um ato sempre bem-vindo) não faz mal.

  • Thais Cascaes

    Até hoje a única tradução sensata foi a de Mad About You – Louco por você.
    Graças a Deus House é o nome do personagem, então traduzir seria suicídio porque ninguém ia assistir… Huahuahuahuahua (isso também vale pra Felicity)
    Dá vontade de chorar só de ler esses títulos em português, mas sem dúvida o pior de todos é o tal do “pelo direito de recomeçar”!!!!! OMG!!!
    Ainda bem que a Play tv, na época, não traduzia os títulos das séries e eu tive a felicidade de conhecer Seinfeld, Sex And The City e Will And Grace pelos títulos originais… =P

  • http://twitter.com/antenoraguiar Antenor Aguiar

    VocÊs são foda.

    só gostam de “Um Maluco no Pedaço”, “Eu, A Patroa e as Crianças” e “Todo Mundo Odeia o Chris” por que conheceram as séries com esses nomes. Até onde eu sei, as expessões “Patroa” e “Maluco” são 100% sessão da tarde.

    “‘Um Maluco no Pedaço’ capturou o espírito da série… “. Clube do Terror também. Ficou melhor que o título original, inclusive.

    aposto q se não fosse por “Todo Mundo Odeia o Chris”, todo mundo odiaria “Todo Mundo Ama o Raymond”

    “Fronteiras” ficou um nome rasoavelmente legal. Afinal, a série trata de Ciência de Fronteira (sim, esse termo existe). Tudo bem que “Divisão de Fronteira” tem um sentido completamente diferente, mas os tradutores recebem pra solucionar isso.

    White Collar podia ser só Colarinho Branco.

    nomes, ZIP Codes, expressões linguisticas e culturais simplesmente nao tem tradução.

    Querer que o nome se mantenha simplesmente por sua facilidade de pronuncia é querer ceifar o direito dos telespectadores de entederem ou realizarem pre-juizos sobre o título (coisa que os americanos têm, já que os nomes são em ingles), ou dos Marketeiros de divulgarem uma série com eficiencia.

  • mateus

    alguns nao sao os nomes, como ja falaram, sao so slogans; mas algumas series voces tem que concorda cmg que fico bom, one tree hill – lances da vida [combina com o conteudo] O.C. Um Estranho no Paraíso [combina com o conteudo], clube do terror, um maluco no pedaço, enfim, ficaram melhor que uma traduçao literal, a exemplo tbm do jogos mortais, em portugues fica muito melhor do que saw.

  • nikita

    o mais novo: Glee – A hora do coral!

    e não esqueçam da garota do blog,
    voces sabem que me adoram.

  • Rachel

    Você esqueceu a pior de todas, pushing daisies que graças ao senhor Abravanel ficou como: Um toque de vida. *-*
    É muita emoção para uma só pessoa. rsrs

  • Tattinha

    Só pra constar, alguns falaram de Verônica.
    Sério gente, qual era o problema de deixar o título original “Verônica Mars”?
    Afinal de contas é o nome da protagonista, nada mais natural.
    Nem precisava traduzir, mas aí me vem esses tradutores e acrescentam um – a jovem espiã – no final.
    Em que universo alternativo espiã é igual a detetive?
    Muito nada a ver!

  • André Yorn

    Só preciso dizer uma coisa: sim, esse é nome de Fringe no Brasil. Pode surtar agora.
    é melhor que franja sabe

  • LUISA

    meu, você só esqueceu de Gilmore Girls, eu fico indignada com o fato de traduzirem ela para “Tal Mãe, tal Filha” ta que tem a ver assim, mas se tem algo que me irrita mais que tudo é gente que traduz nome de séries, pra mim isso é um crime.
    chamar Two and a half man de dois homens e meio, é ridículo.

  • renata

    Com certeza existem nomes qe são sofriveis !
    imaginem se fossem traduzir Friends?
    Ta, só que não é tão ruim assim, uma pessoa qe sabe inglês vai saber o significado do nome, e só pq ta em inglês é lindo então?
    Por favor né se for ver pelo significado as traduções não são tãão ruins assim, são ruins pq estão em português e os brasileiros adoram assistir séries em inglês pensando que são americanos MAS NÃO SÃO!
    Eu não ligo de assistir séries com nomes traduzidos e que geralmente traduzem o que a série realmente quer dizem, beem diferente dos nomes originais.

  • Alex Tavares

    Meu caso dos nomes brasileiros é bem meio-a-meio. Dependendo da situação, o nome original é ótimo, como 30 Rock, pois “Um Maluco na TV” foi extremamente brega e sem sentido com a série. Mas em outros casos, o nome brasileiro faz mais sentido ou é até melhor que o original.

    Exemplos:
    – Pushing Daises – Teve aqui o subtítulo “Um Toque de Vida”, que é mais coerente que “Empurrando Margaridas”.
    – Cold Case – Arquivo Morto. Se traduzisse como “Caso Congelado”, fica muito feio.
    – The Fresh Prince of Bel-Air – Um Maluco no Pedaço
    – My Wife and Kids – Eu, a Patroa e as Crianças
    – El Chavo del Ocho – Chaves (uma mudança drástica do título original que é “O Garoto do Oito”)

    E de filmes, resalto dois: o citado “The Sound of Music” que é bem melhor o nome “A Noviça Rebelde” (título que tem mais sentido) e “The Godfather” que virou “O Poderoso Chefão”, pois convenhamos, o título americano eu acho extremamente brega. (O Padrinho)

  • Lucas Lopes Santos

    Acho que tudo depende…
    O que falar de “Penetras Bons de Bicos”(Wedding Crashers)… hahaaa
    E “Eu a patroa e as crianças”, por que não “Minha esposa e as crianças”???
    Crimes do Colarinho Branco eu gostei…

    Tem coisa que dá pra traduzir ao pé da letra… Tipo:
    The Good Wife – A Boa Esposa
    Fringe – Fronteira (acho que esse caso, o original já não tem nada a ver…)
    Doctor House (Doutor House)
    The Big Bang Thory (A teoria do Big Bang)
    How I Met Your Mother (Como eu conheci a mãe de vocês)

    Cara… faz sentido… pode ficar feio… mas é assim que soa por lá

    E tem aquelas que é o nome de um personagem…
    Chuck
    Dexter
    Seinfeld
    Joey
    Castle

    Agora tem uns que não vai fazer sentido traduzir aqui… aí sim muda… ou deixa o original

  • “Mad Men – Inventando Verdades” ñ sabia que adaptaram assim, ficou péssimo.
    Acho que de todas 30 Rock foi a que mais sofreu sem duvida nenhuma, Record se inspirou no Fresh Prince com certeza!
    O problema é que as dubladoras adoram “tentar” explicar a série já pelo titulo e de forma que as pessoas decorem fácil o nome.
    …posso prever o nome de futuras séries adaptadas:
    Modern Family: uma familia muito louca
    Breaking Bad: quebrando a banca!
    Man Up: 3 caras do barulho.
    How to Make it in America: Vida dura – um sonho nos EUA

    Fika a dika para os tradutores!!

  • Edimar Detisa

    Antes de mais nada…
    Concordo plenamente com a CAMILA VIEIRA.

    E digo mais.
    Achei um absurdo não traduzirem o nome da série LOST.
    Se Lost significa Perdidos e Perdidos representa exatamente os acontecimentos da série, por que não traduzir? Já que Lost não tem significado nenhum em português.
    Se a série não fosse traduzida, não fosse dublada, aí sim se justificaria permanecer o nome Lost. Mas é dublada em português, por que então deixar só o nome em inglês, o qual pra quem não sabe inglês não significa nada, ou melhor significa sim: Uma palavra estranha e sem sentido.

    E essa lógica vale para justificar a tradução de todos os nomes.

    O problema aqui nos comentários dos que são contra as traduções é que simplesmente não gostam da sonoridade da língua portuguesa, então preferem um nome os quais as pessoas não sabem o que significa apenas porque acham a sonoridade mais bonita, mais chik.
    Eu ainda prefiro uma série com um nome que represente em português o seu tema do que um nome cheio de frescura, em inglês, que eu não faço a mínima o que significa.

    Claro que tem traduções nada haver, mas ainda sim, melhor um nada haver em português do em nada haver em inglês.

  • jp

    Galera faltou uma serie ai que não precisava ter mais nada que é SKINS no brasil juventude a flor da pele pela VH1.

  • Tomy Rock019

    Galera muitos nome Não fica estranho como Fringe que a tradução é fronteiras ou algum semelhante mas Lances da Vida , Um Maluco na TV , Crimes do Colarinho Branco, são uma porcaria.

  • http://www.loderpencio.blogspot.com alex

    Lances da vida foi pra acabar viu kkkkkkkkkkkkkk e Fronteiras? vish!

  • Camila

    Brincadeira, hein! Alguns são slogans da Warner…
    Não tá sabendo nem o que tá escrevendo!

  • B

    Fiquei boquiaberta HNAUIDHAUIHDIUAHUI

  • Michel Xavier

    Sinceramente, não sabia que a ”tradução” de 30Rock era Um Maluco Na Tv. Sempre vi como 30Rock mesmo. Gostei mesmo foi da versão de Six Feet Under, que é A Sete Palmos….ficou simplesmente perfeita (Como a série já é [era], por sinal).

  • Michel Xavier

    Agora, gente…PQP! Fringe, Fronteiras? WTF?
    Traduzindo a palavra Fringe ao pé da letra fica ”Franja” (de cabelo mesmo!)

  • Nathalia

    “Beverly Hills, 90210” aqui foi exibida como “Barrados no Baile”.

  • Welson Oliveira

    TGW foi sofrível, parece título de novela das oito…

  • Dianac 3710

    é uma das poucas coisas que em Portugal é bom a maioria dos nomes de séries ficam originais fringe é fringe mas se olharmos para alguns filmes é de cortar o coração.

  • http://twitter.com/eevy_ Medeirinhos ★

    Geralmente eles entregam o final do filme com os títulos. IOUASDQUOAD

  • http://twitter.com/eevy_ Medeirinhos ★

    Minha Vida de Cão
    A Anatomia de Grey
    E é claro que nunca vou aceitar: Smallville – As Aventuras do Superboy

  • Jéssica de Souza

    Brasil e sua infinita habilidade de acabar com o prazer de assistir uma série, seja pela dublagem, seja pelo nome que colocam. –‘

  • Heitor

    ALF, o E.T.eimoso

  • Leila

    OTH tem uma explicação linda: Lances lembra o basquete apresentado na série e Vida simboliza que é uma série de drama. Genial, parabéns SBT! só que não JSIAIJISAOJ

  • Fred

    No Brasil, a série Chase recebeu o título de “Chase-A Perseguição”. Não o que escreveram ali em cima!!